Java e QuickTime tornam-se plug-ins por demanda no Chrome

18 de abril de 2011 Editar

No ano passado, a equipe do Google Chrome prometou vários ajustes que tornariam os plug-ins mais seguros e eficientes . Desde então, o nav... (por Sérgio Estrella em 18 de abril de 2011, via Googleverse)

image

No ano passado, a equipe do Google Chrome prometou vários ajustes que tornariam os plug-ins mais seguros e eficientes. Desde então, o navegador já ganhou um recurso que desativa automaticamente plug-ins que estejam desatualizados, modo protegido para o Flash Player, leitor de PDFs, e agora as versões de testes do Chrome também passam a contar com a execução por demanda de plug-ins pouco utilizados, como QuickTime e Java (não confundir com JavaScript, que continuará funcionando normalmente).

Ao acessar um site que utilize um desses plug-ins, uma barra amarela será exibida pedindo sua autorização para que ele seja executado.

De acordo com um desenvolvedor do Chrome, estima-se que 90 a 95% dos usuários nunca precisaram utilizar esses plug-ins no navegador, portanto, desativá-los por padrão tornará o browser mais leve e evitará certos tipos de ataques de malware, no caso do Java.

Outro recurso que está em teste é a plataforma de plug-ins chamada “Pepper” que promete aumentar a performance e confiabilidade dos mesmos.

via Google Operating System

Comentários

0
Google+
Facebook